Aplicação das provas do Enem, no AM, aconteceu em clima de tranquilidade

0
36
FOTOS: Divulgação/SSP

A realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no Amazonas, mobilizou cerca de 1,6 mil servidores da área de segurança pública, em cada dia de prova. Os exames transcorreram sem grandes problemas no estado, segundo o coordenador de Planejamento e Gestão Integrada da Secretaria de Segurança Pública, tenente-coronel Franciney Bó. Mais de 163,4 mil pessoas se inscreveram para fazer as provas no Amazonas, que só ocorreram na terça (23) e quarta-feira (24/02) em virtude da pandemia de Covid-19.

Na terça-feira, houve o registro de queda de energia em duas escolas, nos bairros Gilberto Mestrinho e Puraquequara, mas o problema foi solucionado antes do início das provas. No local de prova que funcionava na Universidade Nilton Lins, um candidato não fez o concurso por não encontrar seu nome na lista.

FOTOS: Divulgação/SSP

A operação para garantir a segurança do certame começou a ser planejada em agosto do ano passado, com a coordenação da Secretaria Executivo-Adjunta de Gestão Integrada, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Por dia, foram empregados cerca de 1,6 mil agentes públicos, entre policiais militares, policiais civis, guardas municipais, entre outros servidores.

“A operação contou com a participação dos órgãos federais. Polícia Federal, Correios, órgãos estaduais de Segurança e Saúde, em razão das normas adotadas de prevenção ao Covid-19. Órgãos municipais, controladores de trânsito, sanitários, além de empresas privadas como concessionárias de energia e de água para eventual problema desta natureza”, explicou o Tenente-Coronel da Polícia Militar do Amazonas.

As provas do Enem ocorreram em Manaus e em outras 53 cidades amazonenses. Em Boca do Acre (a 950 quilômetros de Manaus), o certame foi suspenso em virtude da cheia dos rios Purus e Acre, que está inundando o município.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here