Cheia causa interdição no Centro de Manaus; Rio Negro chega a 29,16m

0
109
RUA DOS BARÉ É INTERDITADA PELAS CHEIAS DOS RIOS. FOTO: ALTEMAR ALCANTARA / SEMCOM.

A Prefeitura de Manaus, através do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), vai interditar, a partir das 16h00 desta segunda-feira, 3/5, a rua dos Barés, no cruzamento com a rua Pedro Botelho, no Centro da cidade, zona Sul. A medida é necessária por conta do avanço do nível das águas na via, causando alagamento e comprometendo a circulação de veículos no entorno.

Nesta segunda-feira (3), o rio Negro está na cota de 29,16 metros. A interdição do tráfego vem sendo monitorada pelos agentes de trânsito do IMMU, que diariamente fazem rondas para constatar os alagamentos e a dificuldade de fluxo de veículos no local.

Cheia causa

O nível do rio Negro, em Manaus, atingiu 29,03 metros na sexta-feira passada (30), mostrando uma cheia menor do que a registrada em 2012, na marcação recorde de enchente, quando o rio estava em 29,20m no mesmo dia. Mas o mês de abril significou um aumento na corrida das águas, subindo 1,75m em 2021 contra 1,53m em 2012, uma diferença de 22 centímetros.

As águas já ultrapassaram a cota de inundação, de 27,50, segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Quando as águas atingem a cota de inundação significa que alguns bairros da capital começam a alagar. Ao menos 15 pontos e 5 mil famílias estão sendo monitorados.

Em 2021, o nível do Negro já ultrapassou o que se chama de cota de inundação severa, de 29 metros, e pode passar dos 30 metros. Com isso, deve superar a cheia histórica de 2012, que foi de 29,97m. Em 2021, o rio encheu até o dia 29 de maio.

Cota atual: 29,03m

Cota de inundação: 27,50m

Cota de inundação severa: 29m

Cota prevista em 2021: 30,35m

Maior cheia 2012: 29,97m

Cientistas afirmam que a cheia dos rios tem a ver com um fenômeno La Niña, que diminui a temperatura da superfície das águas do Oceano Pacífico.(Portal Marcos Santos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here