Em Itacoatiara, FVS-RCP intensifica investigação em núcleos de suspeitos de rabdomiólise

0
32
FOTO: Divulgação/FVS-RCP

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) segue as investigações epidemiológicas sobre rabdomiólise no estado. Nesta quinta-feira (21/10), técnicos da FVS-RCP e do Ministério da Saúde realizam visitas a núcleos familiares em que foram registrados 26 casos suspeitos de rabdomiólise em Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus). As ações contam com o apoio da Secretaria de Saúde do município (Semsa/Itacoatiara).

Os técnicos vão conversar com núcleos familiares na Comunidade de Novo Remanso e nos bairros Jauari, Santa Luzia e Jacarezinho. “O objetivo é fazer um levantamento ainda mais detalhado com todo paciente, ou familiar de paciente, que tenha relação com caso suspeito de rabdomiólise, levantando dados como a origem do peixe consumido”, afirma Tatyana Amorim, diretora-presidente da FVS-RCP.

A investigação também vai incluir a busca ativa por outras pessoas que tenham ingerido os pescados suspeitos de serem origem da contaminação e que não adoeceram. As equipes devem seguir em Itacoatiara até o dia 28 de outubro.

“É por meio dessa investigação de campo que se pode chegar a possíveis novas coletas de amostras de pescados ou amostras laboratoriais e, posteriormente, recomendações dos serviços de saúde para contenção de casos no município”, destaca Josielen Amorim, coordenadora do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde do Amazonas (CIEVS/FVS-RCP).

A programação inclui uma reunião entre a equipe do CIEVS estadual e equipes da Vigilância em Saúde de Itacoatiara (vigilância hospitalar e do polo base da área indígena) para aprimorar o fluxo das notificações que devem ser imediatas. “As ações devem ser realizadas em tempo oportuno para que a gente consiga reduzir a transmissão da doença nesse município”, acrescenta Josielen.

Rabdomiólise – No total, são 111 casos notificados de rabdomiólise em 12 municípios. Destes, 61 foram considerados suspeitos e outros 50 foram descartados pela equipe do CIEVS/FVS-RCP.

Dos municípios que registraram casos suspeitos da doença, Itacoatiara tem maior número de notificações (53), entre suspeitos (29) e descartados (24). Os outros municípios que apresentam casos suspeitos de rabdomiólise são: Parintins (13), Manaus (6), Urucurituba (4), Silves (3), Maués (2), Autazes (1), Caapiranga (1), Itapiranga (1) e Manacapuru (1).

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, o que inclui a notificação de variantes da Covid-19 ao Ministério da Saúde por meio do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde do Amazonas, coordenado pela FVS-RCP (CIEVS/FVS-RCP).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos telefônicos da FVS-RCP são (92) 2129-2500 e 2129-2502.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here