Estação de Tratamento de Esgoto do Prosamim passa pelos primeiros testes mecânicos nas tubulações

0
60
FOTOS: Tiago Corrêa / UGPE

A fim de garantir a segurança na operação e a perfeita funcionalidade das instalações e equipamentos da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), o Governo do Estado, através da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), iniciou, nesta semana, testes mecânicos nas tubulações e bombas que foram instaladas na ETE do Prosamim, localizada no bairro Educandos, zona sul de Manaus.

A primeira ETE construída pelo Prosamim vai ser a maior estação de tratamento de esgoto do Norte do País, com capacidade para tratar até 300 litros por segundo (l/s) de esgoto, a ETE vai realizar o tratamento dos efluentes de mais de 190 mil pessoas.

FOTOS: Tiago Corrêa / UGPE

A construção da ETE faz parte do Sistema de Esgotamento Sanitário construído na bacia do São Raimundo. O sistema construiu 31 quilômetros de redes de coleta de esgoto e seis estações elevatórias, distribuídas nos bairros Centro, Presidente Vargas, Glória, São Raimundo, Santo Antônio e Aparecida. Atualmente, as obras da ETE registram um avanço de 96% de execução e tem previsão para ser inaugurada no próximo semestre.

Os testes contaram com o acompanhamento de equipes técnicas da concessionária Águas de Manaus, da construtora responsável pela execução da ETE e dos engenheiros da UGPE.

De acordo com a engenheira civil e fiscal da UGPE, Tatiana Lachi, os testes fazem parte da primeira etapa de um comissionamento, para que a funcionalidade da Planta de Tratamento Preliminar da ETE seja testada.

“Esse teste é de estanqueidade para ver toda tubulação, funcionamento das bombas e o controle de vazão de água, para poder colocar a ETE 100% em funcionamento”, explica a engenheira.

Os testes de estanqueidade consistem em apontar possíveis vazamentos nos equipamentos de tubulações e bombas instaladas, bem como, identificar a eficácia do controle de vazão que chega hoje na ETE-Educandos.

“A gente vai fazer com 100 metros cúbicos de água, ejetando essa água nos tanques dessa Planta de Tratamento Preliminar (PTP), para que possamos fazer todo o teste da tubulação”, conta Lachi.

A ETE encontra-se na fase de finalização da execução das obras na parte civil, onde está o prédio operacional, e serviços como pintura dos tanques e outros acabamentos que estão sendo realizados.

O coordenador executivo da UGPE, o engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirmou que a primeira ETE construída pelo Prosamim, em quase 15 anos de programa, foi priorizada pela gestão do governador Wilson Lima. A moderna estação de tratamento de esgoto do Prosamim vai ser a maior contribuição do Governo do Estado no que se relaciona a tratamento de esgoto na capital.

“O Prosamim, que é um programa de saneamento na sua essência, é muito reconhecido pelas milhares de famílias que foram retiradas dos leitos dos igarapés da capital e pelos seus parques e conjuntos habitacionais característicos. Mas o objetivo principal do programa é requalificar urbanisticamente áreas de risco e dotar essas áreas com toda estrutura de saneamento básico necessária”, afirmou Campêlo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here