Governador do AM se reúne com setor imobiliário e Caixa Econômica para agilizar licenciamento de novos projetos

0
60
FOTO: Diego Peres/Secom

Nesta sexta-feira (18/06), o governador Wilson Lima determinou, que o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) busque uma alternativa para atender, emergencialmente, a análise de projetos imobiliários que precisam de licenciamento ambiental no Amazonas. Com a redução do quadro de analistas ambientais municipais, na gestão anterior da Prefeitura de Manaus, houve um acúmulo de processos.

Nesta sexta-feira, o governador se reuniu com representantes da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário no Estado do Amazonas (Ademi) e da Caixa Econômica Federal. De acordo com a associação, há 38 projetos imobiliários que devem gerar 35 mil empregos diretos pendentes de licenciamento.

“Entendo a importância e a necessidade desse processo de licenciamento para o desenvolvimento e para a geração de emprego e renda. Por isso, estou determinando que o Ipaam busque uma alternativa para atender essa demanda acumulada”, disse o governador.

Essa não é a primeira vez que o Governo do Amazonas atua para dar agilidade aos processos. Por seis meses, a partir de dezembro de 2020, o Governo do Amazonas assumiu a responsabilidade pelo licenciamento, de forma provisória.

Por meio do projeto de licenças ambientais, Wilson Lima, na ocasião, autorizou que o quadro de servidores fosse reforçado com 34 técnicos e administrativos para atender à demanda do setor.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here