Helicóptero da SSP-AM resgata homem perdido em área de mata em Presidente Figueiredo

0
39
FOTOS: Tarcísio Heden/SSP-AM

Na segunda-feira (20/09), o Departamento Integrado de Operações Aéreas (Dioa), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), fez um resgate aeromédico no município de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus). A vítima passou duas noites em área de mata primária de difícil acesso. Para conseguir pegar o homem, o Corpo de Bombeiros precisou abrir uma clareira na mata para o embarque do paciente.

O atendimento da ocorrência pelo Dioa começou por volta do meio-dia, após acionamento das equipes do Corpo de Bombeiros. O homem trazido na aeronave Águia 02 para atendimento médico em Manaus é Luiz Enrique Lauria, de 32 anos. Ele estaria em busca de um terreno para comprar no município, quando iniciou uma trilha na região com um grupo de pessoas.

FOTOS: Tarcísio Heden/SSP-AM

Luiz ficou desidratado e não conseguiu se locomover. Os integrantes do grupo retornaram para pedir socorro. A região de mata fechada dificultou o resgate das equipes de Bombeiros, razão pela qual foi acionado o apoio aéreo.

De acordo com Aline Lauria, de 54 anos, tia de Luiz, o jovem teria perdido as forças após passar por barreiras de pedras. Ela não soube explicar se ele se machucou.

“Ele estava com um grupo de pessoas, inclusive pessoas que conhecem bem a região. Então acabou se sentindo mal, ficou desidratado e sem conseguir voltar. Foram duas noites na mata até que ele fosse resgatado. Agradeço muito o trabalho dos bombeiros e policiais que, de forma rápida e eficiente, conseguiram resgatar o meu sobrinho”, explicou.

O comandante da operação, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Helliton Silva, ressaltou que o trabalho realizado contou com dois pilotos e dois operadores aerotáticos. Um dos integrantes desceu de rapel para fazer o resgate da vítima.

“Tendo em vista a altura elevada do local, não era possível realizarmos alguma técnica com segurança. Fomos até a comunidade São Miguel e trabalhamos de forma integrada com o Corpo de Bombeiros, que se deslocou até a área de mata para abrir uma clareira. Tivemos que utilizar a técnica de infiltração. O operador desceu de rapel, colocou a vítima na maca e embarcamos com segurança”, finalizou o comandante.

Após o desembarque em Manaus, por volta das 18h00, Luiz foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e, em seguida, levado a um hospital particular para receber atendimento médico.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here