Maior empreiteiro do Amazonas, pai do governador do Acre é alvo da PF, em Manaus

0
33
Foto: Divulgação

O pai de Gladson Cameli, governador do Acre, que também é o maior empreiteiro de obras públicas no Amazonas, Eládio Cameli, é um dos alvos em Manaus da Operação Ptolomeu. A investigação apura desvio de R$ 800 milhões do governo acreano. Sete funcionários estaduais do Acre, inclusive secretários, foram afastados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Alvos da operação foram objetos de mandados de busca e apreensão, em Rio Branco e em Manaus.

Eládio Cameli mora num dos condomínios mais luxuosos de Manaus, o Jardim das Américas, na Ponta Negra. Os policiais chegaram por volta das 6h, na casa dele, e só saíram em torno de 08h30. Ainda não há informações sobre o que levaram. A Operação A Polícia Federal, com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou nesta manhã (16/12) a “Operação Ptolomeu”, visando desarticular organização criminosa envolvendo ilícitos de corrupção e lavagem de dinheiro relacionados à cúpula do Governo do Estado do Acre. Desde as primeiras horas da manhã, 150 policiais federais, com auxílio de 10 auditores da CGU, cumprem 41 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão em 4 estados, nas cidades de Rio Branco/AC, Cruzeiro do Sul/AC, Manaus/AM e Brasília/DF.

A apuração reuniu vasto conjunto de elementos probatórios que demonstram o aparelhamento da estrutura estatal, com a finalidade de promover diversos crimes contra a administração pública. Nesse sentido, foram identificadas dezenas de transações financeiras suspeitas em contas correntes, pagamentos de boletos de cartão de crédito por pessoas interpostas, transações com imóveis de alto valor e aquisições subfaturadas de veículos de luxo. O valor total empenhado para sete empresas foi de 142 milhões de reais durante o período analisado, sendo 17 milhões oriundos de convênios federais e repasses do SUS e do FUNDEB. Ademais, foi possível constatar que os valores movimentados pelos envolvidos ultrapassam R$ 800 milhões, montante totalmente incompatível com o patrimônio e a atividade empresarial dos investigados.(Portal Marcos Santos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here