Polícia Civil do AM prende homem por participação em tortura de um jovem, em Novo Airão

0
35
Delegado Renato Simões, de Novo Airão/Foto> Divulgação

Policiais civis lotados na 77ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Novo Airão, distante 115 quilômetros em linha reta da capital, sob a coordenação do delegado Renato Simões, titular da unidade policial, cumpriram na tarde de quarta-feira (06), nas dependências da delegacia, mandado de prisão temporária em nome de João Batista Félix Castro, de 36 anos, também conhecido como “Diego da Mão Roxa”, pelo crime de tortura.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu no dia 9 de outubro deste ano. Na ocasião, o infrator, acompanhado de outras três pessoas ainda não identificadas, invadiu a casa de um homem de 22 anos, e o submeteram a uma sessão de tortura física e psicológica. Familiares da vítima se dirigiram à delegacia, onde denunciaram João pela participação no crime.

“Após a formalização do Boletim de Ocorrência (BO), iniciamos as diligências em torno do caso. Depois de ser mencionado em depoimento dos familiares da vítima, como um dos autores do crime, solicitamos que João comparecesse à unidade policial para prestar esclarecimentos. No entanto, quando o infrator chegou até o prédio da delegacia, já estávamos com o mandando de prisão em nome dele, momento em que cumprimos a ordem judicial”, informou Simões.

O titular da 77ª destacou, ainda, que as investigações em torno desta ocorrência prosseguirão até que os comparsas de João sejam identificados e presos pela participação no delito.

Procedimentos – Conduzido ao prédio da delegacia, João foi indiciado por tortura. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele irá permanecer custodiado na carceragem da unidade policial, à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here