Wilson Lima reforça compromisso com o desenvolvimento sustentável em reunião entre governadores e embaixador dos EUA

0
100
FOTOS: Diego Peres/Secom

O governador do Amazonas, Wilson Lima, nesta sexta-feira (05/03), durante a 1ª Reunião Ordinária da Assembleia Geral do 22º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que teve a presença do embaixador dos Estados Unidos (EUA), Todd Chapman, reafirmou compromisso com o desenvolvimento sustentável que garanta a proteção e renda ao cidadão. Ainda durante o encontro virtual, Wilson Lima defendeu o estreitamento de laços com os EUA para o avanço da vacinação contra a Covid-19. Todd Chapman participou da reunião para ouvir os governadores, a fim de estreitar relações com os estados da Amazônia Legal e incrementar o número de parcerias entre os países.

“Eu não vejo outro caminho mais seguro para proteger as nossas florestas, mas sobretudo proteger o cidadão, do que ter uma ocupação sustentável daquelas áreas onde isso é possível. E nós temos alguns exemplos na Amazônia, especialmente no estado do Amazonas, em que há ocupação por comunidades nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável. Nessas áreas, o tempo nos mostrou que elas acabam não sendo invadidas e o desmatamento é quase zero. Desmatamento e queimada praticamente não acontecem nessas áreas”, declarou Wilson Lima.

FOTOS: Diego Peres/Secom

Agricultura e pesca de subsistência, turismo comunitário e atividade manejada de madeira são algumas das atividades que ocorrem nas comunidades citadas pelo governador aos participantes da reunião. “A madeira, por exemplo, a própria comunidade tem autorização para extrair uma árvore, mas aquela árvore só sai dali como um produto final, ou seja, uma mesa, uma cadeira ou um outro bem. Esse é um caminho muito seguro, para preservar e encontrar caminhos para garantir esse desenvolvimento sustentável, condicionando a atividades tradicionais, que já acontecem na nossa região, como a questão da agricultura, a própria pecuária e a mineração sustentável”, explicou.

No dia 22 de abril haverá uma reunião com o presidente norte-americano, Joe Biden, e outros líderes mundiais, por isso o governador sugeriu ao embaixador dos Estados Unidos que, antes desse evento, ocorra uma reunião entre John Kerry e os governadores dos estados da Amazônia Legal. Kerry é o responsável pelo setor de Meio Ambiente do governo americano.

“Esse encontro prévio é para que a gente possa externar nossa preocupação, nossos anseios da Amazônia, entendendo que a Amazônia hoje ganha uma importância do ponto de vista do governo americano, que tem, insistentemente, falado da questão ambiental. Não tem como você discutir essa questão em qualquer lugar do mundo sem que leve em consideração os aspectos da Amazônia”, defendeu Lima.

Vacina – Wilson Lima e os demais governadores dos estados da Amazônia Legal ressaltaram o avanço da vacinação e assinalaram que não há como estabelecer um desenvolvimento sustentável sem a devida proteção às pessoas. O governador defendeu a possibilidade de compra de vacinas dos EUA pelo Consórcio de Governadores para reforçar o Programa Nacional de Imunização do Governo Federal.

“Hoje, proteção às pessoas se traduz em vacinas e combate à pandemia. Essa é nossa urgência agora, então aqui eu reforço o apelo feito pelo Mauro Mendes (MT). A fala anterior também do Gladson Cameli (AC) e do Helder Barbalho (PA) de que haja sensibilidade do governo americano. Queremos pedir a oportunidade de poder comprar vacinas para o nosso povo, isso hoje é prioridade, e falo isso porque o estado do Amazonas foi o primeiro a ser impactado pela pandemia, e aqui nós temos problemas históricos com a estrutura da saúde comprometida”, disse.

Parcerias – Wilson Lima destacou e agradeceu ao embaixador pelas parcerias com os Estados Unidos, que ocorrem não apenas por meio de agências americanas, mas também com organizações e iniciativa privada. Muitas dessas cooperações são parcerias para intercâmbios, projetos de pesquisa e colaboração educacionais, e ocorrem por meio da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Outras são voltadas para o desenvolvimento sustentável e envolvem, por exemplo, geração de emprego, garantia de renda, melhoria de infraestrutura e conservação do meio ambiente e sua biodiversidade. Uma dessas parcerias é de apoio à implementação do Fórum/Programa Território Médio Juruá. Nos últimos três anos, para a execução desse programa, foi arrecadado o valor de cerca de R$ 7.580.359,00 e foram contemplados 13 projetos que atenderam 50 comunidades com 600 famílias.

Há, ainda, o apoio no enfrentamento à pandemia, com a doação de Equipamentos de Proteção Individual e de equipamentos. “Quero fazer esse reconhecimento e agradecer por todo o empenho. Todas as vezes em que a gente esteve batendo na porta da embaixada, ela sempre se colocou à disposição para nos ajudar, sobretudo nesse momento de pandemia. E aqui eu tenho pelo menos dez situações listadas desse apoio dos Estados Unidos, gostaria de destacar a última, que foi uma doação da ONG Direct Relief, que está sediada na Califórnia, de US$ 530 mil para a aquisição de concentradores de oxigênio. Isso tem sido importante nesse momento tão complicado de pandemia que a gente ainda enfrenta”, disse.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here